terça-feira, 21 de agosto de 2007

Bella Italia!

(Firenze, 21/08/2007 – 20h30) Eu iniciei a etapa italiana da viagem com alta expectativa. Trouxe uma lista enorme de recomendações dos meus amigos. Reservei 3 semanas do roteiro para este país, a etapa mais longa de todas na viagem (sem considerar a Inglaterra, onde a minha permanência foi maior por conta do curso de inglês). Para ganhar tempo nos deslocamentos e aumentar a flexibilidade do roteiro resolvi investir na locação de um carro. E fui recompensado até agora com 11 dias maravilhosos!

Comecei por Roma. A cidade do irresistível Coliseu, uma construção de quase 2 mil anos e muito bem preservada. Em 3 dias caminhei muito pois o relevo é quase plano. Há inúmeras ruínas e igrejas que podem ser visitados gratuitamente. Um bom mapa é importante, mas um passeio sem destino pelo centro histórico é super agradável.

O único problema nesta época do ano é a massa de turistas europeus que invadem Roma e que formam filas intermináveis. Desisti de visitar a Capela Sistina no Vaticano, pois a espera era de 3 horas. Subi no domo da Basílica de São Pedro onde foi possível saborear a visão que o Papa tem quando aparece em público. Praticamente não tive contato com um verdadeiro italiano em Roma.

O meu destino seguinte foi Salerno, na parte sul da Itália. É uma cidade agradável, cheia de ladeiras, que usei como base para conhecer Nápoles, a costa Amalfitana e as ruínas de Pompéia e Paestum. Nesta região andei por estreitas ruelas medievais e pude observar um pouco da vida cotidiana. A cena mais típica são as roupas penduradas nas janelas das casas. No próprio AJ não havia secadora de roupas, e eu tive que improvisar um varal num terraço ao lado. Ao caminhar é fácil escutar a conversa que vem das casas. Não que eu queira insinuar que os italianos falem alto...

A cidade de Pompéia, atingida por uma erupção do Vesúvio um ano antes da inauguração do Coliseu em Roma, tem ruínas que impressionam pela sua dimensão. É possível imaginar o poder que a cidade possuía naquela época, assim como a tragédia humana provocada pelo vulcão. Em Paestum vi construções ainda mais antigas, como esta da foto, num tempo em que a Itália era dominada pelos gregos.

Deixei Salerno rumo a Firenze, na região da Toscana, onde fiz a minha base nos últimos 4 dias. Firenze (como é conhecida pelos italianos, Florence em inglês) oferece uma oportunidade única para se admirar grandes obras da Renascença, especialmente na Galeria Uffizi. Aqui viveram Michelangelo e Machiavel.

Visitei as cidades medievais de San Gimignano e Volterra. Depois de várias semanas de tempo bom, o céu cinzento e a chuva prejudicaram as fotos. Embora não tenha mencionado anteriormente, experimentei pizza em todos os lugares por onde passei e na Toscana encontrei a melhor até agora. No supermercado comprei alguns tipos diferentes de salame e improvisei uma pequena sessão de degustação no meu quarto. Na Itália se come muito bem!

Tenho mais 11 dias na Itália, e pretendo visitar Pisa, Bologna, Veneza, Verona e Milão. Espero não engordar!!

5 comentários:

Leo Mayrinck Photos disse...

sabia que na italia seria tudo bem.... coma meu amigo, coma muito, vale a pena...amo pizza...meu prato predileto, depois faz uma foto de uma bela pizza ok...abracao e ciao...

Luciana disse...

Eduardo, vc nao me conhece, mas entro aqui todos os dias esperando a proxima atualizacao. Hj me dei conta que a tua viajem vai acabar um dia e nos deixar orfaos de blog... Por isso, uma sugestao: continue viajando sempre e escrevendo aqui!

Anônimo disse...

Olá Béllo (bem no sotaque italiano!!),

Ahhhh... fiquei com vontade de ter continuado de férias e matado as saudades da Itália. Que coisa boa sua descrição e comentários!!

Continue aproveitando!
Beijão
Mônica Berti

CarmeLa disse...

Eduardo,
O post é muito interesante e as fotos lindas.
Me gosta muito a foto de a janela e também da motocicleta.
Parabéns.
Tchau

Fernanda disse...

Lindo trabalho Eduardo. Comprei um pacote de turismo na Rapi10 ( www.rapi10.com.br ), e no final do ano estou partindo pra Europa. Realizarei um grande sonho.
Um dos países que certamente irei conhecer será a Itália, pela qual sou apaixonada.
Tudo neste país me atrai, sou do sul do Brasil - RS, e aqui temos muita influência da cultura italiana.
Ótimo Trabalho! Abraços.